"Tolerância zero" para estacionamento abusivo no Porto

Ir em baixo

"Tolerância zero" para estacionamento abusivo no Porto

Mensagem  Cristina Nogueira em Qui 27 Out 2016 - 21:50



O presidente da Câmara do Porto anunciou esta quinta-feira que a Polícia Municipal vai ter "tolerância zero" com os estacionamentos em segunda fila.

Serão mobilizados cerca de 40 agentes para a fiscalização e dotando-os de motociclos para deslocações mais rápidas.

"Os comportamentos anticívicos são dos principais adversários da política de mobilidade da Câmara. Dado o ponto a que chegou o desrespeito reiterado, e sem censura pública, impõe-se a aplicação de tolerância zero em relação ao estacionamento em segunda fila, quando este promover dificuldades à circulação de outros veículos e peões", disse Rui Moreira, numa conferência de imprensa sobre "obras e mobilidade".

A medida surge numa altura em que estão em curso várias empreitadas na Foz, em que vão ser suspensas obras na Baixa, permitindo o restabelecimento do trânsito nas ruas de Fernandes Tomás e Salto Ildefonso, em que decorrem obras em Santos Pousada e na envolvente ao Mercado do Bolhão, ao mesmo tempo que está prevista a implementação temporária de dois sentidos em Passos Manuel e obras no Bom Sucesso.

De acordo com Leitão da Silva, comandante da Polícia Municipal (PM), a tolerância zero ao estacionamento abusivo significa "ser extraordinariamente rigoroso na aplicação de uma coisa que existe há muitos anos no Código da Estrada".

A medida vai ser aplicada através "de um aumento da visibilidade policial", com "unidades que se deslocarão mais rápido, muitas delas em motociclos".

Na conferência de imprensa, o presidente da Câmara notou que, "nos primeiros dois anos de mandato", a autarquia "cumpriu compromissos assumidos no anterior mandato", nomeadamente requalificar 50% da avenida da Boavista e consolidar a escarpa das Fontainhas.

O autarca diz estar a aplicar "uma estratégia de mobilidade e intervenção na via pública coerente e promotora do transporte público e da segurança rodoviária".

"Os primeiros resultados são indicadores positivos, sobretudo quanto à sinistralidade nas zonas onde a Câmara interveio de forma mais radical", afirmou.

Em toda a cidade "verifica-se uma estabilização dos números de colisões e atropelamentos, com tendência clara para decrescer de forma significativa na gravidade dos acidentes", destacou.

O autarca destacou a implementação da circulação de motociclos nas faixas bus, a criação de novas faixas exclusivas para autocarros (em São Roque da Lameira, por exemplo) e a alteração de trajetos da Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) para aumentar a velocidade comercial daquele transporte público.

Moreira considerou o estacionamento pago à superfície como "fulcral na estratégia de promoção do transporte público", para além de ser uma medida "amiga dos moradores".

Isto porque, "por apenas 25 euros por ano, poderão estacionar a sua viatura desde que tenham morada no Porto".

Quanto à metro do Porto, Moreira disse que colocar o tema na agenda política é "a médio/longo prazo, outra das ações" do atual executivo, e que se esperam "decisões concretas no próximo mandato".

Na lista de "próximas medidas e intervenções", o autarca e a vereadora da Mobilidade anunciaram o início das obras no interface do Bom Sucesso e na rua Cima de Muro (quarta-feira) e trabalhos noturnos na rua Diogo Botelho e na rua do Ouro (esta última em janeiro).

A isto soma-se "a duplicação de sentidos" e uma empreitada "reforçada com mais equipas e trabalhos ao sábado" na rua Coronel Raúl Peres e a repavimentação da rua Bartolomeu Velho (entre a rua Padre Luís Cabral e o núcleo rural do Museu de Serralves).

A repavimentação da praça das Flores, do tramo inferior da rua da Restauração, da rua de Contumil (entre Costa Cabral e Fernão de Magalhães) e da rua Cónego Ferreira Pinto são outras empreitadas anunciadas.

De acordo com a vereadora da Mobilidade, até quarta-feira, quando começarem as obras no Bom Sucesso, a Câmara espera reabrir a rua Diogo Botelho (até ao Fluvial), a rua Fernandes Tomás (entre o Campo 24 de Agosto e Santos Pousada) e a rua Santo Ildefonso (entre o largo do Padrão e o Campo 24 de agosto).

Cristina Pimentel acrescentou que, a partir de quarta-feira, vai estar também em obra a zona envolvente ao mercado do Bolhão, a rua Santos Pousada (na Baixa), a rua Coronel Raúl Peres (para onde está prevista duplicação de sentidos) e a rua Bartolomeu Velho (na zona da Foz).
avatar
Cristina Nogueira

Mensagens : 2322
Data de inscrição : 09/06/2013
Localização : Fanzeres-Gondomar
Marca: : Suzuki
Modelo: : Burgman AN 650

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Tolerância zero" para estacionamento abusivo no Porto

Mensagem  Rui Ribeiro em Ter 1 Nov 2016 - 12:27

Eles andam que nem cães pensar
avatar
Rui Ribeiro

Mensagens : 1902
Data de inscrição : 15/04/2011
Localização : Felgueiras
Marca: : Daelim
Modelo: : S3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum